Free Walking Tour – 10 Motivos para você fazer na sua viagem

Conhecer lugares novos é uma das melhores coisas que existem! Você melhora o humor, faz novos amigos, aprende sobre as curiosidades e culturas locais, e assim fica sabendo um pouquinho mais da história de cada lugar que passa. Pensando nisso, fizemos aqui uma lista com 10 motivos para você fazer um Free Walking Tour!

Na hora de planejar uma viagem, tem pessoas que adoram pesquisar tudo sobre o local e já chegar lá com todas as informações que julgam ser úteis para sua experiência. Normalmente essas pessoas dispensam tours guiados por achar chato, ou por não gostar de seguir uma programação feita por outra pessoa: ela quer ser livre pra andar por onde quiser e permanecer em cada local que passar por quanto tempo desejar. E eu até penso assim também, mas recentemente resolvi fazer um free walking tour aqui por Barcelona e gostei muito, principalmente porque nesse tipo de passeio não temos necessariamente a obrigação de fazer tudo até o final, e caso queira ficar até o fim, ele não é tão longo e também não é nem um pouco cansativo.

Mas afinal, o que é um Free walking tour? Ele é um passeio guiado por algumas partes da cidade. E uma coisa importante que você precisa saber, é que apesar de ter “free” no nome, ele não é necessariamente gratuito. Mas isso não chega a ser um problema! Veja abaixo a listinha de vantagens que se tem ao fazer um passeio desse tipo:

1 O Free walking tour é gratuito, ou quase isso.

Nada é de graça nessa vida né gente, e como já falamos acima, o free tour na verdade não é free. Mas isso já fica claro logo no início e nunca vi ninguém passando pelo constrangimento de chegar ao final sem saber dessa informação.
A pessoa que será o guia já pergunta logo de cara se alguém sabe como funciona o passeio e explica que eles trabalham com uma remuneração que você queira pagar. Ou seja: não há um valor estipulado ali pelo próprio guia. Você vai fazer o passeio e vai analisar o quanto seu guia merece ganhar e ao final é que é feito o pagamento.  As vezes a simpatia e o dinamismo do guia faz com que a gente queira pagar mais pra ele, mas por estarmos em uma viagem e não querendo gastar tanto, as vezes damos menos do que achamos que eles merecem de fato. Acontece.

2  Duração mais curta sobrando tempo para outras coisas

Uma coisa que as vezes se torna chata nos passeios turísticos são o tempo que eles levam. Muitos levam o dia todo, ou boa parte dele, então você acaba não tendo tempo de fazer suas próprias coisas depois ou está muito cansado para isso. Mas os free walking tours duram noralmente entre 1 e 3h, então sobra bastante tempo pra você ir por onde quiser a qualquer momento.

3 Não é preciso grande planejamento prévio

Como eles duram pouco tempo e não precisam ser agendados previamente, você pode estar passando por um lugar que já tenha escolhido ir por conta própria para visitar e descobrir ali que está saindo um grupo naquele momento pra fazer o tour. E assim se juntar a eles mesmo que a intenção inicial quando chegou ali tenha sido essa.

4 Conhecer pessoas de várias partes do mundo (ideal para quem viaja sozinho)

Quem procura por esses passeios são viajantes, que assim como você, querem conhecer mais sobre a cidade. E esse é um ótimo momento para fazer amizades com quem está por ali. Você pode encontrar pessoas que tenham os mesmo interesses que você, que goste de ir nos mesmos tipos de lugares e podem até marcar uma saída pra outro local. E quem sabe até seguir com essa nova amizade após a viagem.

5 Ter liberdade para conversar com o guia e pedir dicas

Normalmente esses tours são com poucas pessoas, então você fica mais próximo, literalmente, do seu guia e entre uma parada e outra para observar algo você pode puxar papo com ele e pedir alguma informação a mais, algum detalhamento ou até dica de outros lugares pra ir durante sua estadia na cidade.

6 Bom atendimento do guia já que ele só vai receber o que você achar que o passeio valeu.

O passeio não tem um valor estipulado pelo guia e ele deixa claro que você pode pagar o quanto quiser e por esse motivo ele vai se esforçar para que você tenha a melhor experiência durante o passeio, afinal ele está sendo analisado por você o tempo todo e se ele for chato, cansativo ou passar alguma informação que você saiba que está errada, você vai achar que não valeu tanto a pena assim e pagará menos, ou até nada. Então ele fará de tudo para que o passeio seja agradável e interessante para todos do grupo.

7 Saber de pequenas curiosidades locais

As informações principais sobre pontos turísticos a gente normalmente consegue achar em relatos na internet, mas com alguém te guiando e explicando cada local onde passam, normalmente irão te acrescentar informações novas ou curiosidade que as vezes só ele mesmo viveu passando por um local. Essas informações podem ser desde algo que tenha acontecido recentemente naquela determinada parte em que estão, como também algum novo serviço que pode ser útil a você, ou uma dica de outro passeio a se fazer.

8 Ir quando tiver um tempo livre, sem marcar com antecedência

Não é necessário marcar previamente esse tipo de passeio. Você pode até procurar antes por ele e alguns aceitam fazer essa marcação prévia, mas o mais comum é saber o horário que saem os tours e estar presente no local de encontro neste momento.

9 Ter a liberdade de “abandonar” o tour caso não esteja legal

Esperamos que isso não aconteça com você, mas caso você não ache que esteja valendo a pena continuar, você pode abandonar o grupo a qualquer momento. É uma situação chata, mas se estiver achando que tem algo incomodando, é possível sair da rota do tour e procurar algum outro ou até mesmo voltar outro dia pra fazer com outra pessoa diferente.

10 Conhecer lugares não tão turísticos

Normalmente os guias desse tipo de tour são nativos do local ou pessoas que já moram ali há algum tempo, e portanto têm sua rotina de morador comum fora daquele horário de trabalho e eles vão a bares, restaurantes, festas como qualquer outra pessoa. E como normalmente não estão vinculados a estabelecimentos comerciais, eles te darão dicas pessoais, sem estar ganhando nada em troca. Então esse é um ótimo momento pra você ficar conhecendo lugares também que não são tão procurados por turistas comuns. Os restaurantes e festas mais frequentados por turistas todo mundo sabe, mas existe várias outras rotas que não são tão conhecidas, e ter a oportunidade de receber essas dicas de pessoas locais é muito bom! Conhecer aquele restaurante que acabou de abrir e ainda não tem nenhum relato na internet, ou aquela festa que não é tão típica e conhecida por todos… Dicas de pessoas locais são sempre bem vidas.

Como encontrar um free walking tour

Você pode marcar antecipadamente com alguma agência, ou pode simplesmente ir a algum ponto turístico para encontrar. Aqui em Barcelona sempre tem em frente a Catedral. E é fácil fazer a identificação deles, já que normalmente estão com um “guarda-sol” bem grande escrito FREE TOUR, e se vestem com uniformes escrito isso também, então é só chegar perto deles e ver qual será o próximo horário de saída e se ainda tem vaga para ele. As pessoas vão se juntando ao redor ali para ouvir como será o passeio (e nessa hora eles explicam que não é exatamente gratuito), falam de maneira geral algumas coisas sobre a cidade,  e explicam também como será o tour, e o tempo de duração antes que seja dado o início de fato.

Qual a diferença entre um tour guiado tradicional e um free walking tour?

O free walking tour é feito normalmente por pessoas “comuns” que se interessaram pela história local e viram nisso uma oportunidade de passar conhecimento a diante ganhando algum valor em cima disso. Pode ser que algum deles tenha feito uma faculdade ou um curso de história, mas a maioria não necessariamente estudou em uma instituição para fazer isso.

Já os tours guiados de agência mesmo, são feitos por pessoas que estudaram Turismo, História, ou relacionados por alguns anos (seja faculdade mesmo ou outro curso menor) e conhecem mais profundamente a história. Por esse motivo é provável que eles saibam mais detalhes por trás do que está sendo falado. Por exemplo, se você fizer uma pergunta de curiosidade a respeito de determinado detalhe, pode ser que uma pessoa que tenha estudado para ser guia turístico saiba te responder com mais convicção do que a pessoa que esteja fazendo esse trabalho por “hobby”. 

Mas isso não é uma regra.

De qualquer maneira, isso não define a qualidade do passeio. Você poderá achar incrível ou mais ou menos, e pode depender muito também da pessoa em si que está como guia. É só uma questão de gosto mesmo, e também de valores já que no free tour você poderá pagar o quanto quiser (ou o que você tiver ali no bolso naquele momento).

Se você também já fez um free walking tour, conta pra gente aqui nos comentários como foi sua experiência!
Achou que valeu a pena? Sentiu muita diferença entre o tour tradicional?
É sempre bom ter mais dicas!

 

Gosta de saber mais sobre as festas tradicionais locais? Fizemos um post sobre o Dia de Sant Jordi em Barcelona, o dia em que as ruas ficam repletas de rosas vermelhas.

Quer ver fotos e dicas de onde já fomos? Siga o instragram @blogfuiali e FanPage Blog Fui Ali e não perca nenhuma informação.

Autora

Paola Ramos

Mineira, 30 anos, leonina, designer, e acha que é fotógrafa nas horas vagas. Adora conhecer novas culturas, tradições e principalmente experimentar a culinária de cada local. Criou o blog para deixar registrado os lugares que já foi e mostrar dicas que possam ajudar quem quer ir.

Author Social Media Icons

11 Comments Free Walking Tour – 10 Motivos para você fazer na sua viagem

  1. Ana outubro 3, 2017 at 12:46 am

    oi Paola… eu já fui em Bogotá e gostei muito, mas como você mesma mencionou desta possibilidade, não fiquei até o fim, por conta do quesito tempo, mas foi uma ótima experiência onde o guia nos explicou coisas históricas muito interessantes a respeito do centro da cidade.

    Este foi totalmente gratuito e isso foi dito no início do tour. 🙂 Melhor ainda né?! rsrs Um dia espero fazer em outras cidades.

    Reply
  2. Pedro Henriques agosto 15, 2017 at 7:31 pm

    Já tive direito a alguns free walking tours e é uma experiência que todos os que gostam de viagens devem fazer. Aprende-se muito sobre o local onde estamos, sobretudo porque estamos com um especialista!

    Reply
  3. angela sant anna agosto 15, 2017 at 1:21 pm

    acho otimos os free walking tours! fiz no peru, no vietna e em santiago! aprendemos muuuita coisa com os guias e dá uma noção diferente da cidade

    Reply
  4. Michela Borges Nunes agosto 13, 2017 at 3:18 pm

    Gostei muito do post! Também fazemos free walking tours, embora não seja uma rotina de todas as nossas viagens, mas o que fizemos, gostamos bastante. De fato, é algo que vale a pena.

    Reply
  5. Eliana C. Pereira agosto 13, 2017 at 2:31 pm

    Adorei saber mais desse tour, mesmo nunca tendo feito… Quem sabe em uma próxima vez resolva experimentar!!! Parabéns pelo post!!!

    Reply
  6. Gabriela Torrezani agosto 13, 2017 at 9:59 am

    Adorei o post! A ideia de free walking tour me agrada demais, já fiz um uma vez no Atacama e adorei. Quero fazer mais mundo à fora 🙂

    Reply
  7. Robba Caravieri agosto 13, 2017 at 4:18 am

    Eu adoro Free Walking. Sempre que vou a uma cidade escolho por fazer, é a melhor forma de conhecer lugares e pessoas, já que viajo muito sozinho! Parabéns pelas dicas!

    Reply
  8. Simone Hara agosto 13, 2017 at 12:23 am

    Quando fizemos nossa viagem pra Europa tivemos oportunidade de fazer alguns walking tours e adoramos a experiência. Achei bem mais descontraído que um tour convencional e adorava ficar batendo papo com os guias. em amsterdã o tour se encerrou num bar e a guia era super legal e ficamos horas conversando e trocando informações sobre os dois países!

    Reply
  9. Alessandra Fratus agosto 12, 2017 at 8:01 pm

    Muito legal! Eu adoro explorar meus novos destinos andando e sou super adepta de Free Walking Tours também!! Adorei os motivos e sou testemunha que é uma das melhores maneiras de conhecer um lugar! :)!

    Reply
  10. Mayte Scaravelli agosto 12, 2017 at 6:28 pm

    Paola, eu adoro walking tour e a minha primeira experiência com esse tipo de tour também foi em Barcelona e eu adorei!

    Achei super dinâmico e divertido, como bem disse foi super bacana conhecer outras pessoas. Inclusive eu sai do tour e fomos almoçar em uma turma.

    Adoro pedir dicas de restaurantes para eles.

    Bom post 😉 Adorei as dicas.

    Reply

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *